Slow Science

Slow ScienceMuito bom o post de Hermano Vianna onde fala sobre a “slow science”. Segundo ele, a slow science “reivindica menos pressa e maior participação popular na tomada de decisões sobre quais experiências científicas devem ser levadas adiante, através de maior conscientização geral sobre riscos e vantagens de cada uma delas”.

Ainda não havia ouvido falar em “slow science” mas vejo que a discussão sobre o futuro da ciência e do conhecimento científico está cada vez  mais presente em nosso tempo.

Veja abaixo a tradução para o português do Slow Science Manifesto, cuja versão em alemão e inglês foi publicada pela The Slow Science Academy, sediada em Berlin.

O MANIFESTO DA CIÊNCIA LENTA

Nós somos cientistas. Nós não blogamos. Nós não tuitamos. Nós necessitamos do nosso tempo.

Não nos levem a mal – dizemos sim para a ciência acelerada do início do século 21. Dizemos sim ao constante fluxo de publicações em revista e medição de seu impacto; dizemos sim para blogs de ciência e atendimento das necessidades de mídia; dizemos sim à crescente especialização e diversificação em todas as disciplinas. Nós também dizemos sim para investigar a retroalimentação dos cuidados de saúde e a prosperidade futura. Todos nós estamos também neste jogo.

No entanto, sustentamos que isto não pode ser tudo. Ciência precisa de tempo para pensar. Ciência precisa de tempo para ler, e tempo para falhar. A ciência nem sempre sabe o que pode estar certo apenas agora. Ciência se desenvolve de maneira vacilante, com movimentos bruscos e saltos imprevisíveis para a frente. Ao mesmo tempo, no entanto, arrasta-se por aproximação em escala muito lenta, para a qual deve haver tolerância de maneira que seu resultado seja justo.

Ciência lenta foi praticamente a única ciência concebível por centenas de anos; hoje, argumentamos, essa lentidão merece renascer e ter necessidade de proteção. A sociedade deve dar aos cientistas o tempo necessário, mas, mais importante, os cientistas devem adequar seu tempo.

Precisamos de tempo para pensar. Precisamos de tempo para digerir. Precisamos de tempo para entender bem uns aos outros, especialmente, para a promoção do diálogo perdido entre humanidades e ciências naturais. Nós não podemos dizer, continuamente, o que nossa ciência significa, o que será bom para ela, porque nós simplesmente ainda não sabemos. Ciência precisa de tempo.

Saiba mais

Leia o post Decrescimento Vagaroso do Hermano aqui

Saiba mais sobre o movimento “slow science” aqui e aqui.

Página no Facebook, infelizmente a última atualização data de 2012, aqui.

Anúncios

Sobre abax

Esse blog foi feito para refletir sobre como as novas tecnologias da comunicação e da informação da Internet - aqui chamadas de Tecnologias Interativas - podem ajudar o homem a estar no mundo e a fazer Ciência no século XXI? Interesses: Interação-homem-máquina Cognição Construção do conhecimento científico Ferramentas Interativas da Internet

Tem algo para dizer?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Bernard Thomasson

journaliste, écrivain, voyageur, marathonien

Júlio Hermann

Brazilian writer and journalist.

sonia hirsch

jornalista e escritora focada em promoção da saúde

Innovations in Scholarly Communication

Changing Research Workflows

Sociologia Associativa

Laboratório de Sociologia dos Processos de Associação (LaSPA)

Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

Por que a dor aparece? O que ela quer nos dizer? Como posso me curar?

compartilhandohistorias

Just another WordPress.com site

Naiara Bertão

Hub de notícias, pensamentos e dicas sobre jornalismo, mídias digitais, finanças, economia, sustentabilidade, inovação e empreendedorismo

Revolução dos Índigos e Cristais

Eles estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais. São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações. As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão. As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma.

#CódigoAbierto_CC

Tecnopolítica, cultura libre, redes, comunicación, postperiodismo. El blog de Bernardo Gutiérrez (@bernardosampa)

Centelha

Um pouco de vida

Pesquisa Educação

Renata Aquino, doutora em educação e tecnologia

TED Blog

The TED Blog shares interesting news about TED, TED Talks video, the TED Prize and more.

L:I.S.T.A

Laboratório de Pesquisas em Interações Sociotecnicoambientais

The Scholarly Kitchen

What’s Hot and Cooking In Scholarly Publishing

un blog, des blogs

Et le Metablog fut

Pierre Levy's Blog

Various thoughts and papers in french and english

%d blogueiros gostam disto: