Pequena reflexão sobre o crownfunding de Suzana Herculano-Houzel

A famosa neurocientista brasileira lançou um crowndfunding, um tipo de financiamento colaborativo, para que cidadãos brasileiros e de todo mundo ajudassem a financiar as pesquisas que desenvolve em seu laboratório, na UFRJ.

Essa não é a primeira vez que uma pesquisa científica usa desse recurso para pedir financiamento social [1]. Tal procedimento é criticado por outros cientistas e pesquisadores que justificam suas críticas dizendo que é o dever do Estado financiar as pesquisas feitas em universidades públicas brasileiras. Ao mesmo tempo, vemos, como diz a própria Suzana, que o financiamento público está cada vez mais reduzido e quando existe recurso aprovado, este não é mais repassado com o tempo hábil para se fazer a pesquisa.

Créditos: blog Slate.fr

Créditos: blog Slate.fr

O que fazer quando a pesquisa científica depende em muito da compra de materiais e equipamentos, além do pagamento de pessoal e serviços agregados, para ser feita?

E o mais impressionante: o que fazer quando os resultados de uma pesquisa, financiadas com dinheiro público ou não, só serão conhecidos do público, ou melhor, do mundo científico, três anos depois, “que é o tempo médio de começar e encerrar um projeto e publicar os resultados”, como argumenta Herculano-Houzel. [2]

Esse é o longo prazo pelo qual passa a divulgação da pesquisa científica no Brasil e no mundo. Temos que esperar ela ser divulgada em um periódico científico de renome, geralmente pago pelos autores, e sua divulgação vai ficar restrita ao mundo universitário, que pode pagar pela assinatura da periódico, mesmo estando o artigo em acesso aberto.

Por que não já começar a divulgar os primeiros passos da pesquisa? Os primeiros relatórios, as primeiras resenhas, ou qualquer tipo de produção que nos permita conhecer o percurso de investigação científica? Fica a pergunta.

Já através do site [3] de financiamento da neurocientista, a comunidade que financiou a pesquisa será brindada através de 7 tipos de recompensas cumulativas, de acordo com o valor apoiado:

(1) Sticker
Ao apoiar com R$ 20, você recebe: sticker (imagem digital para foto de capa do facebook) “Eu contribui para a neurociência brasileira!”.

(2) E-mail de agradecimento pessoal
Ao apoiar com R$ 50, você recebe um sticker digital “Eu contribui para a neurociência brasileira!” e um e-mail pessoal de Suzana Herculano-Houzel em agradecimento.

(3) Ilustração autografada
Ao apoiar com R$ 100, você recebe um sticker digital “Eu contribui para a neurociência brasileira!”, um e-mail de agradecimento pessoal, e uma ilustração do cérebro humano e do elefante autografada com agradecimento personalizado.

(4) Ilustração + artigo científico autografado
Ao apoiar com R$ 200, você recebe um sticker digital “Eu contribui para a neurociência brasileira!”, um e-mail de agradecimento pessoal, uma ilustração do cérebro humano e do elefante autografada mais um artigo científico com agradecimento personalizado.

(5) Livro The Human Advantage
Ao apoiar com R$ 500, você recebe todas as recompensas anteriores mais o livro The Human Advantage (MIT Press, publicação em 11 de março de 2016) autografado com agradecimento personalizado da autora, frete incluso (um livro de aproximadamente 30 dólares: https://mitpress.mit.edu/books/human-advantage)

(6) Visita ao Laboratório de Neuroanatomia Comparada
Ao apoiar com R$ 1.000, você recebe TODAS as recompensas anteriores mais uma visita em grupo ao Laboratório de Neuroanatomia Comparada no dia 26/11/2015 e palestra com Suzana Herculano-Houzel.

(7) Reunião exclusiva com a neurocientista
Ao apoiar com R$ 5000, você recebe todas as recompensas anteriores mais uma reunião exclusiva de 60 minutos com a pesquisadora em seu laboratório no Rio de Janeiro, em data a combinar.

Esse modo de financiamento realmente é um ganho. Mas, para quem?

Fontes de referência:

[1] Financiamento público e o genoma do mexilhão dourado. Insituto de Bioquímica Médica – UFRJ. Notícia de 13 de maio de 2013. Link disponível em: http://www.bioqmed.ufrj.br/docentes/textos/financiamento-publico-e-o-genoma-do-mexilhao-dourado/ (acessado em 27/10/2015)

[2] Ciência no Brasil é insustentável, diz cientista que lançou crowfunding. IDG Now! Notícia de 27/10/2015. Link disponível em: http://idgnow.com.br/internet/2015/10/26/fazer-ciencia-no-brasil-e-insustentavel-diz-neurocientista-brasileira/ (acessado em 27/10/2015)

[3] Nome da campanha promovida no site do Kickante: Contribua com a pesquisa científica do Brasil! Link disponível em: http://www.kickante.com.br/campanhas/contribua-com-pesquisa-cientifica-do-brasil (acessado em 27/10/2015)

Anúncios

Sobre abax

Esse blog foi feito para refletir sobre como as novas tecnologias da comunicação e da informação da Internet - aqui chamadas de Tecnologias Interativas - podem ajudar o homem a estar no mundo e a fazer Ciência no século XXI? Interesses: Interação-homem-máquina Cognição Construção do conhecimento científico Ferramentas Interativas da Internet

Tem algo para dizer?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Conexão África

Um blog dedicado à musica africana: uma viagem pelo continente africano, sua diversidade e sua riqueza (Rádio Kaxinawá - FM 100.1)

Blog da Boitempo

Aqui você pode encontrar informações dos livros e eventos realizados pela editora Boitempo. E, principalmente, pode interagir e ajudar na construção da editora que ousou ter uma cara e conquistou seu espaço produzindo livros de qualidade

Bernard Thomasson

journaliste, écrivain, voyageur, marathonien

Júlio Hermann

Brazilian writer and journalist.

sonia hirsch

jornalista e escritora focada em promoção da saúde

Innovations in Scholarly Communication

Changing Research Workflows

Sociologia Associativa

Laboratório de Sociologia dos Processos de Associação (LaSPA)

Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

Por que a dor aparece? O que ela quer nos dizer? Como posso me curar?

compartilhandohistorias

Just another WordPress.com site

Naiara Bertão

Portfólio e insights da jornalista Naiara Bertão

Revolução dos Índigos e Cristais

Eles estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais. São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações. As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão. As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma.

#CódigoAbierto_CC

Tecnopolítica, cultura libre, redes, comunicación, postperiodismo. El blog de Bernardo Gutiérrez (@bernardosampa)

Centelha

Um pouco de vida

Pesquisa Educação

Renata Aquino, doutora em educação e tecnologia

TED Blog

The TED Blog shares interesting news about TED, TED Talks video, the TED Prize and more.

L:I.S.T.A

Laboratório de Pesquisas em Interações Sociotecnicoambientais

The Scholarly Kitchen

What’s Hot and Cooking In Scholarly Publishing

%d blogueiros gostam disto: